segunda-feira, 3 de maio de 2010

Riverdies no Planet Music

riverdies: fil buc, alex melch, leo, victor e gui

Rock & Diversão em Cascadura coloca no palco 10 bandas promissoras do Rio
Mega Rock & Diversão
Sábado, dia 08/05, com início às 15 horas

Riverdies (às 23 horas) www.myspace.com/riverdies
Sky Road
Fast Case
Nativos do Brá
PS Nova
Vicio 5
Filper

E muito mais...
Ingressos: R$ 10,00 (antecipado) / R$ 12,00 (lista amiga) / R$ 15,00 (na hora)
Consumação mínima: não há
Capacidade: 800 pessoas

Planet Music: Av. Ernani Cardoso, 66, Cascadura
Realização: R&D Produção e Comunicação

O Rock & Diversão coloca no palco da Planet Music mais 10 bandas independentes
do Rio de Janeiro, com potencial para alcançar o sucesso. Entre elas está a
Riverdies, que lançou o EP Down Yard, em dezembro de 2009, mesmo ano em que
recebeu o prêmio de melhor banda do Universo Pop 2009 – maior festival de Rock
independente do Rio Grande do Sul. Agora, os feras já estão nos preparativos
para embarcar para os EUA, o que acontecerá em 2011.

Saiba mais sobre o evento:
http://rockediversao.blogspot.com/

Participe de nossa comunidade no Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=34261295
Um abraço e até lá...
VENHAM SE DIVERTIR COM A GENTE!!!

Carlos Ribeiro
R&D Produção e Comunicação
(21) 9558-4091


fulinaíma blues poesia

Artur Gomes, Luiz Ribeiro e Fil Buc
Dia 21/5 em Macaé na
III Feira de RSE Bacia de Campos

Veja programação aqui: http://goytacity.blogspot.com/


a lavra da palavra quero
onde Mayara bruma
já me diz espero

saliva na palavra espuma
onde tua alma é uma
elétrica pulsação de Eros

a dança do teu corpo vero
onde tua alma luna
e o meu corpo impluma
valsa por laguna em beijos e boleros

Artur Gomes e Fil Buc – Overdose Politfônica




sorocaba blues – Artur Gomes, Reubes Pess e Ângelo Nani,
filmados na casa cenográfica em Taubaté, por Márcio
Vaccari e Andréia Moreira Lima





uma câmera indiscreta pelas ruas de Bento




tão pimenta tão petróleo – poema de Salgado
Maranhão, musicado e cantado por Zeca Baleiro





Sorocaba Blues

o cheiro de terra fendida
ainda está sob os sapatos
a carne assado ao sol
na poeira das estradas
sob o prato o gosto que restou da boca
o pudor dos seus guardados
o orgasmo que não veio

depois do primeiro susto
Virgínia então vem a mim
faminta com os seus desejos
mastiga da minha carne
e deixa as sobras
pros meus beijos

arturgomes
http://pelegrafia.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário